Corpo de garota é encontrado pela família dois dias após tragédia

2 junho, 2022

Passados dois dias do trágico acidente que matou um bebê de dois anos e uma adolescente de 16 anos, após elas caírem da ponte do Rio Preto, na zona rural de Candeias do Jamari, enfim a família de Beatriz Oliveira Machado encontrou o corpo da garota, que estava desaparecido.

Corpo de garota é encontrado pela família dois dias após tragédia

Segundo informações conseguidas pelo site , na quarta-feira (01), chegaram a circular boatos em grupos de WhatsApp que o corpo da adolescente de 16 anos teria sido encontrado. Porém, fontes da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros afirmaram que infelizmente a informação não era verdadeira.

Somente nesta quinta-feira (02), a redação recebeu a informação confirmada de que o corpo de Beatriz foi encontrado pelos familiares e não pelos mergulhadores do Corpo de Bombeiros.

Detalhes

O pequeno Luiz Davi de Oliveira Tavares, de dois anos, e Beatriz Oliveira Machado, 16, morreram após caírem da ponte do Rio Preto, na zona rural de Candeias do Jamari.

O caso aconteceu na noite da terça-feira (31). As vítimas junto com a mãe do bebê, uma mulher de 36 anos, estariam em uma motocicleta que acabou caindo, após bater em buraco na ponte, devido a uma madeira quebrada.

A queda nas correntezas do balneário, só poupou a mãe. Os dois filhos não tiveram a mesma sorte. O primeiro corpo a ser achado foi o do bebê, horas depois, já sem vida.

Segundo o site apurou, a mulher de 36 anos conduzia a moto com a filha de 16 anos na garupa segurando o bebê.

Precariedade

Enquanto isso, a Prefeitura de Candeias do Jamari, que é responsável pela ponte do Rio Preto, apenas se limitou a divulgar uma nota. Por meio de uma publicação no Facebook feita na manhã da quarta-feira (01), horas depois do acidente.

No texto, o prefeito Valteir Queiroz (Patriota) “decretou luto oficial de três dias consecutivos e suspendeu as atividades nas escolas municipais quinta e sexta-feira (02 e 03/06), em memória das vítimas do acidente ocorrido na noite de terça-feira (31)”.

O chefe do Executivo de Candeias do Jamari, aproveita também para afirmar que estão usando a tragédia para criticar a administração municipal.

“Lamenta ainda o uso político da tragédia em redes sociais de forma tendenciosa, especulativa e sem responsabilidade meramente para proferir ataques a administração pública. ‘O que aconteceu foi uma fatalidade e a dor da família deve ser respeitada’, lamenta o chefe do executivo”, diz o texto.

Somente após as perdas da mãe de 36 anos, por falta de manutenção da ponte de madeira, a Prefeitura de Candeias do Jamari divulgou que “

Fonte: Rondoniaovivo

Roagora Fanpage

Comentarios