GOV 01 09
ALE 01 09

Comerciante pioneiro em Chupinguaia morre após ser atropelado em rodovia

29 julho, 2021

Um dos comerciantes mais conhecidos de Chupinguaia, Inácio Alves da Silva, de 68 anos, morreu após ser atropelado na manhã desta quinta-feira, 29. O acidente aconteceu na rodovia que liga aquela cidade à BR 364.

Comerciante pioneiro em Chupinguaia morre após ser atropelado em rodovia

De acordo com as primeiras informações, a vítima estava atravessando a rodovia estadual, nas proximidades de onde possui um bar e um sítio, a cerca de 25 km da área urbana da “Capital do Boi”.

O site apurou que o carro que atingiu Inácio, um Fiat Palio de cor prata, era conduzido por um servidor da prefeitura de Chupinguaia.

O motorista, filho do gerente de uma grande fazenda naquele município, disse a familiares que estava vindo para Vilhena, quando o comerciante surgiu na pista. O condutor ainda teria tentado evitar a atropelamento, mas a vítima foi no mesmo sentido para onde ele virou a direção.

Após a fatalidade, o servidor municipal parou no local, de onde ligou para a polícia e acionou uma ambulância. O comerciante, no entanto, já estava morto em decorrência da violência do choque.

LEIA TAMBÉM:

Dívida de R$ 100 teria sido a causa da morte de um homem em Alto Paraíso, RO

Trabalhador braçal morre atropelado em Ji-Paraná; Motorista fugiu do local sem prestar socorro

Homem suspeita traição e retalha a facão o suposto pé de pano

Amigos morrem esmagados por carreta no caminho do trabalho; cenas fortes

Motociclista morre após colisão frontal com caminhonete em São Miguel do Guaporé

Vídeo mostra carro invadindo rotatória e atropelando ciclista

Homem é morto a facadas pela própria irmã em Castanheiras

Temendo algum tipo de violência, mesmo garantindo que não teve culpa nem conseguiu evitar o acidente fatal, o motorista foi para o quartel da PM em Chupinguaia, onde deverá dar maiores detalhes do que aconteceu.

O comerciante era um dos pioneiros e ajudou a fundar o então distrito de Chupinguaia. Ele havia chegado em Rondônia no ano de 1970. Deixa viúva e sete filhos.

Um perito de Vilhena foi ao local para investigar as causas e circunstâncias do atropelamento fatal.

Fonte: Folha do Sul

Roagora Fanpage

Comentarios