GOV 01 09
ALE 01 09

Cloroquina no tratamento da Covid-19 deve ser abandonada urgentemente, dizem infectologistas

17 julho, 2020

Em um novo posicionamento divulgado nesta sexta-feira (17), a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) afirmou que deve ser ‘urgente’ o fim do uso da hidroxicloroquina em qualquer fase do tratamento da Covid-19.

Para reforçar sua posição contrária à cloroquina, a SBI usou como base os estudos publicados na quinta-feira, que comprovaram que o uso do medicamento no tratamento precoce da doença, além de não ter sido eficaz, trouxe complicações aos pacientes.

Foram citados tratamentos considerados seguros para pacientes hospitalizados, a “oxigenioterapia, dexametasona e anticoagulante profilático”, ressaltando que médicos e entidades públicas e privadas devem se orientar por evidências científicas, e que os pacientes não devem receber “medicamentos que comprovadamente não demonstraram eficácia e que podem trazer efeitos colaterais”.

LEIA TAMBÉM:

Edição 122 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Já os pacientes que ainda estão na fase precoce da doença, conforme a SBI, devem ser tratados com medicamentos sintomáticos, como analgésicos e antitérmicos.

Fonte: Portal do Holanda

Roagora Fanpage

Comentarios