DestaquePolícia

Chacina: Vários homens invadem residência, deixam 03 mortos e dois feridos em Colniza

A polícia recebeu uma informação de que uma outra vítima foi baleada e conseguiu fugir pelos fundos da casa, mas ela ainda não foi localizada.

A chacina registrada na cidade de Colniza, no Mato Grosso, na noite desta sexta-feira, dia 03, deixou três mortos e duas pessoas gravemente feridas. A polícia judiciária civil vai investigar se os rapazes mortos possuem alguma ligação com a facção criminosa comando vermelho e se na residência onde ocorreram os assassinatos funcionava como boca de fumo.

Os assassinatos aconteceram numa residência na rua das Mangueiras na região central da cidade e teve saldo de duas pessoas mortas e duas feridas com arma de fogo e faca. Duas mulheres que estavam na casa sendo uma delas menor de idade conseguiram escapar com vida e deverão prestar esclarecimentos a polícia para elucidação dos fatos.

A polícia militar informou que ao chegar na residência onde teria ocorrido as execuções encontraram dois rapazes mortos, um deles, de prenome Mateus, de 23 anos, estava na sala sentado no sofá degolado e com várias perfurações provocadas por arma de fogo. O outro rapaz foi encontrado pelos policiais na cozinha caído assassinado com diversos disparos de arma de fogo, com golpes de faca e estava com a lâmina de uma faca sem cabo cravada nas costas, ele foi identificado como Ronei Vitorino da Silva, 25. Ainda na residência, a polícia encontrou a terceira vítima, Adenilson Figueiredo Magalhães, de 23 anos, que estava no banheiro trancado com um corte no pescoço perdendo muito sangue e em estado de choque. Ele foi socorrido pelo Samu e levado para o hospital da cidade.

A polícia recebeu uma informação de que uma outra vítima foi baleada e conseguiu fugir pelos fundos da casa, mas ela ainda não foi localizada.

Toda a área foi isolada para os trabalhos periciais e exame de local de crime.

Segundo as investigações iniciais, vários indivíduos que estavam de moto entraram na casa e atiraram contra as vítimas fugindo em seguida.

A polícia judiciária civil apreendeu na casa uma pistola calibre 9mm que estava na cintura de Mateus que estava morto no sofá, um revólver calibre 38 com cinco munições intactas e uma deflagrada, uma espingarda tipo garrucha de calibre não identificado e munições de calibre de 9mm, cartuchos de calibre 12 deflagrados e intactos, cartuchos de calibre 38 deflagrados e intactos espalhados pela residência e uma porção análoga a pasta base de cocaína.

Pouco antes das execuções na rua das Mangueiras, a polícia militar havia registrado um homicídio que aconteceu na rua das Bromélias também na região central de Colniza, a vítima foi Julio Amorim dos Santos, 23, que foi morta a tiros.

As mortes estão sendo investigadas pela polícia civil de Colniza.

Violência 

A cidade de Colniza já foi palco de uma chacina em 2017, na área rural conhecida como Taquaruçu do Norte, e ganhou destaque em todo o país. Um grupo de extermínio denominado “os encapuzados”, conhecidos na região como “guachebas”, percorreu aproximadamente 9 km – praticamente toda a extensão da Linha 15 – onde foram matando, com requintes de crueldade, todos os que encontraram pelo caminho.

Nove pessoas foram mortas. Entre as vítimas estava um pastor da Igreja Assembleia de Deus. Taquaruçu do Norte fica em uma área de conflito. Em 2011, o local já foi palco da expulsão de cerca de 700 famílias.

Fonte: Juina News com Olhar Direto

hqdefault - Pimenta Bueno recebe novos cursos de ensino superior

OBS: Somente os administradores poderão postar conteúdos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar