Ale RO ate dia 7/04

Aumento no preço da gasolina deixa consumidores e até donos de postos revoltados em Porto Velho

25 julho, 2017

O aumento da gasolina nos postos de combustíveis de Porto Velho tem gerado longas filas em alguns estabelecimentos que, com persistência, mantêm os preços abaixo da média do mercado. De uma região a outra da capital, os maiores preços variam entre R$ 3,95 e R$ 3,89, e os menores ficam entre R$ 3,38 e R$ 3,40.

Para o vendedor José Carlos Santiago, o aumento é uma afronta ao consumidor. “Isso é absurdo, o pessoal ‘lá de cima’ rouba e a gente é quem acaba pagando a conta. O jeito é ficar procurando os melhores preços na cidade, senão não conseguimos mais sair de carro”, desabafa.

Segundo um proprietário de quatro postos de abastecimento em Porto Velho, a conta não fecha nunca, principalmente quando observa a concorrência com preços muito abaixo da realidade praticada. “Não sei como eles conseguem, mas preciso acompanhar de alguma forma”, diz o homem não quer se identificar por questão de segurança, mas há poucos dias abriu um novo posto na região Leste da cidade.

O empresário, que acompanha a alta do preço em três dos quatro postos, onde vende a gasolina a R$ 3,95, decidiu manter o preço baixo no mais novo investimento. “Só estou conseguindo fazer isso porque tenho os outros postos para me segurar”, revela. No novo posto, o anúncio atrai a clientela com a barganha de R$ 3,39.

Fazendo as contas rapidamente, o empresário põe na ponta do lápis o que chama de baixa lucratividade. “Meu lucro bruto com um litro de gasolina a este preço é de R$ 0,57. Com uma ‘galonagem’ boa de 100 mil litros, eu tiro um bruto de R$ 57 mil, mas considerando somente a folha de pagamento de cada posto que é de R$ 32 mil e ainda tenho segurança, energia e outras despesas, meu lucro real é muito pouco para quem se arrisca tanto em um ramo como este”, conclui.

Fonte: Rondoniagora

1iqemae4wvk1g

Roagora Fanpage

Comentarios