DestaquePolítica

ARTIMANHAS NA PANDEMIA: Vereador preso por tráfico alega suspeita de covid para não depor, mas audiência é virtual

A comissão foi instaurada para investigar se houve quebra de decoro por parte do vereador, preso por envolvimento com o grupo criminoso.

terça-feira, 01/12/2020

Alvo de uma comissão processante que pode cassar seu mandato, o vereador de Várzea Grande Jânio Calistro (DEM) não participou da audiência virtual que foi marcada para esta sexta-feira (07). Calistro foi denunciado pelo Ministério Público do Estado (MPE) por associação ao tráfico de drogas.

A defesa do parlamentar alegou que ele está com suspeita de covid-19 (novo coronavírus) e que foi para o centro de triagem de um hospital particular de Cuiabá para fazer exames. Foi apresentado atestado médico, de sete dias, receituários e pedidos de exames para comprovar que Calistro não poderia participar da audiência.

LEIA TAMBÉM:

Caminhoneiro morre em grave acidente na RO-010 em Novo Horizonte; veja o vídeo

Presidente da comissão, vereador Nana (DEM), remarcou a audiência para o dia 14, “a fim de não cercear sua defesa”.

Calistro foi preso em dezembro na operação “Cleanup”, que prendeu quadrilha de traficantes em VG. A comissão foi instaurada para investigar se houve quebra de decoro por parte do vereador, preso por envolvimento com o grupo criminoso.

Reporter MT

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar