Antes de matar jovem pelas costas na frente do pai, ex avisou: ‘vai terminar comigo o ca**lho’

21 maio, 2022

A família de Juliana Fernandes Cândido, 19 anos, morta a tiros quando saía do colégio, em Pindamonhangaba (SP), divulgou uma troca de mensagens encontrada no celular da jovem de uma conversa com o ex-namorado. Nela, o rapaz, que tem 17 anos, se recusava a aceitar o fim do namoro. Ele é o principal suspeito do crime.

Antes de matar jovem pelas costas na frente do pai, ex avisou: ‘vai terminar comigo o ca**lho’

“Vai terminar comigo o ca**lho”, ameaçou. Logo depois, Juliana mandou uma selfie para uma amiga chorando.

Juliana foi assassinada na quinta-feira (19), no bairro Alto do Cardoso. Ela saiu do curso técnico de enfermagem e foi em direção ao carro do pai, estacionado próximo, que a aguardava a poucos metros do colégio.

O suspeito a surpreende por trás e atira ao menos duas vezes, na cabeça e nas costas. O pai de Juliana estava no carro e foi surpreendido pelos disparos. Câmeras de segurança flagraram o crime.

Confira o vídeo:

Ao sair para socorrer a filha, ela já estava morta. A família conta que sabia que ela tinha um relacionamento, conhecia o jovem, mas ela não havia comentado sobre o término. Os parentes souberam do fim da relação por amigos.

Segundo o irmão, a família não sabia do comportamento abusivo do rapaz. Em entrevista ao Brasil Urgente, comandado por Datena na Band, ele fez um apelo para que as mulheres denunciem casos semelhantes e não se calem. O suspeito já tinha sido detido por porte de arma.

“Ela foi assassinada na frente do meu pai, morreu ali aos pés do meu pai sem que pudesse fazer nada”, disse Renan Fernandes.

Fonte: Metrópoles

Roagora Fanpage

Comentarios