Ale RO ate dia 7/04

Acusado de matar o primo a pedradas é morto ao deixar a cadeia

25 fevereiro, 2021

O corpo apresentava perfurações de faca e pedra.


A Polícia Militar foi acionada para comparecer final da tarde desta sexta-feira, dia 19, no Sítio Carretão, em Poço de Jose de Moura, na Região Metropolitana de Cajazeiras, onde populares encontraram o corpo do elemento, Edcarlos Ursulino Pereira, vulgo Lalau, de 34 anos, já sem vida.

O corpo apresentava perfurações de faca e pedra.

Acusado de matar o primo a pedradas é morto ao deixar a cadeia

LEIA TAMBÉM:

Menor de idade mata morador de rua com 45 facadas enquanto dormia, em Colorado do Oeste

MACABRO: Após ritual de magia negra, crânio é encontrado pendurado em árvore

Jovem é assassinado com cinco tiros na cabeça em Ji-Paraná

Morador de rua é encontrado ensanguentado após ataque de cachorro

Menina de 11 anos dá à luz á bebê prematuro após sofrer queda em escola e pai é apontado como suspeito de estupro

Mulher é executada a tiros em balneário na zona rural de Monte Negro, RO

Após matar cantora a facadas, marido envia mensagem a família pedindo perdão

Segundo informações, Edcarlos matou o próprio primo André Luiz Batista de Sousa, de 22 anos, com pedradas em setembro de 2019, caso que revoltou toda região na época.

Lalau deixou a cadeia de São João do Rio do Peixe por volta de meio-dia, sendo encontrado já sem vida no final da tarde.

O local foi isolado para a realização da perícia. Em seguida, foi levado ao IML de Cajazeiras.

Fonte: RepercutePB

Roagora Fanpage

Comentarios