Colunas

Negócios de turismo despertam em Rondônia

O estado tem grande potencial natural que servem de atrativos. Em cada região tem suas peculiaridades que somadas tornam o conjunto com grande poder de negócio.

Finalmente parece que Rondônia despertou para o valor do turismo para a economia local. Os projetos estão sendo construídos de forma a consolidar a cadeia de valor que possa tornar o negocio sustentável. Deixou de lado projetinho e passou a concentrar força em coisas mais audaciosas; de volume maior de interesse e financeiro. O estado tem grande potencial natural que servem de atrativos. Em cada região tem suas peculiaridades que somadas tornam o conjunto com grande poder de negócio.

É grande a quantidade de rondonienses que viajam de férias ou nos feriados prolongados para outros estados para conhecer cartões postais bem carimbados do turismo brasileiro. Esse potencial econômico gasto fora daqui daria para aquecer a economia estadual com a criação de roteiros internos. Esse valor parece que foi percebido e tem aumentado a divulgação a pontos turísticos nos municípios do interior para atrair o próprio morador de Rondônia. as estâncias e os locais estão ganhando estruturas para receber os visitantes que buscam integrar a cultura local sem deixar de lado o conforto comum no padrão de vida. Esse tipo de observação é essencial para os negócios turísticos possam ser agradáveis a quem visita.Negócios de turismo despertam em Rondônia

A historia local, os modos de vida, a culinária e o contato com a natureza são atrativos que encantam e dão satisfação a quem busca o descanso. Estar perto de casa também é uma argumentação interessante. Esses fatores estão ganhando dimensão e os passeios entre cidades apenas para visitar parentes e amigos, e estão indo mais além e chamando ao nível de roteiro. O turismo envolve não apenas os pontos a serem visitados, mas um conjunto de relações comerciais, interpessoais e culturais que precisam ser melhorados.

Questões como infraestruturas de transportes, rodagens, hospedarias, gastronomia, respeito e valorização são elementos que fazem com o que os turistas gostam do lugar, programem retornos, e tornam recomendantes com a divulgação espontânea. O preço justo deve criteriosamente respeitado para evitar a frustração. Enfim, se continuar bem trabalhado, o turismo em Rondônia será bom para os negócios internos e poderá atrair outros visitantes mais distantes que buscam a harmonia com a natureza e os encantos da Amazônia.

Que assim seja. Os projetos estão ganhando volume e perfeição. As políticas públicas para o segmento estão mais focados e integradas. Os resultados já estão ocorrendo e devem ser ampliados.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: