CacoalDestaqueDestaque CacoalPolícia

Corpo de professor desaparecido em Cacoal é encontrado carbonizado em Ministro Andreazza, RO

Policia Militar prendeu suspeito que estava com a motocicleta da vítima e suspeito de ter cometido essa fatalidade contra a vida do professor.

O corpo do professor Adriano Albuquerque,  foi encontrado carbonizado na tarde desta quinta-feira 14, em um sitio na linha 03, na localidade do Projeto Novo, no municipio de  Ministro Andreazza -RO. O professor estava desaparecido há cerca de dez dias.

A família não tinha informações sobre ele, até que, na tarde desta quinta feira, o corpo do professor Adriano  foi encontrado por Policiais.

O corpo estava completamente queimado.

A  motocicleta de placa QRA 3166, pertencente a vítima também desaparecida foi apreendida com um homem que foi conduzido para a Delegacia com objetivo de  prestar esclarecimentos sobre o fato.

A triste noticia que repercutiu rapido nas redes sociais deixa todos os amigos e conhecidos perplexos com tamanha crueldade cometida contra a vida do professor.

Entenda o caso

No dia 05 de maio, dia do desaparecimento, Adriano Albuquerque trabalhou o dia todo na Escola Municipal Rural Dr. João de Deus Simplício, localizada na linha 14, entregando apostilas e materiais aos estudantes que estão em casa devido a pandemia do novo Coronavírus. Após o expediente, Adriano retornou para zona urbana junto com outros professores em um veículo da secretaria municipal de Educação. O mesmo desembarcou no mesmo local de sempre, que fica próximo a sua casa.

Além das atividades presenciais, Adriano também desenvolvia trabalho em home office (em casa), motivo pelo qual os amigos só identificaram seu sumiço no sábado, dia 09 de Maio, quando perceberam que o mesmo não atendia ligações, não respondia mensagens e que sua última visualização no grupo de whatsapp do trabalho havia sido no dia 05 de maio às 18h08min.

LEIA TAMBÉM:

Mulher tem pescoço cortado por linha com cerol em Rondônia

 

Sem notícias e respostas, alguns amigos se juntaram e foram até a casa de Adriano, onde identificaram que o mesmo não se encontrava em casa há dias, pois seus cachorros estavam como fome e sede, sinalizando ali que algo estava errado. “Sempre que saia de casa por mais de um dia, Adriano deixava os cachorros sempre na casa de algum amigo, nunca sozinhos”, disse uma das colegas de trabalho.

Matéria em atualização…

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar