BrasilDestaqueEconomia

Potencial agrícola de Rondônia é destaque durante Abertura Nacional do Plantio de Soja

Na quinta-feira (19) foi dada a largada para a plantação de soja em todo território nacional. O pontapé inicial aconteceu na cidade de Vilhena, considerada a capital da soja, em Rondônia, por ser o município maior produtor da oleaginosa do estado. A fazenda Jaqueline foi palco do evento, onde uma estrutura foi montada para recepcionar cerca de 500 convidados, entre empresários e produtores rurais do agronegócio de Rondônia e de outros oito estados que vieram acompanhar o início da plantação da safra 2019/2020.

A abertura nacional do plantio de soja foi transmitida ao vivo pelo Canal Rural para todo o Brasil pela internet e canal fechado. Produtores rurais de diferentes regiões do país acompanharam a programação participando com perguntas aos profissionais da Embrapa, Emater, Aprosoja Brasil e de Rondônia, além dos empresários do ramo de tecnologia e fertilizantes.

De acordo com a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Rondônia tem uma grande vocação para o plantio do grão que precisa ser explorada. Na safra de 2017/2018 a produção rondoniense foi de 1 milhão de toneladas, em uma área de 368 mil hectares de terra. Para a safra de 2019-2020 a previsão é que a área de plantio de soja salte para 400 mil hectares.

“Em Rondônia não chegamos a utilizar nem 8% do potencial. A expectativa é que em 4 anos, o Estado possa chegar a 1 milhão de hectares de soja plantada. O governo Marcos Rocha vem alinhando, junto ao Governo Federal, formas de subsidiar os grandes e pequenos produtores para fomentar ainda mais a produção e exportação de soja, porque qualidade nosso produto tem”, destacou Evandro Padovani, secretário da Seagri.

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. A produtividade média da soja brasileira gira em torno de quase 3 mil quilos por hectare. Os principais estados produtores do Brasil são: Mato grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Tocantins, Piauí, Pará, Distrito Federal e Rondônia, onde predomina o cerrado, principal bioma que favorece o plantio de soja.

As perspectivas para igualar ou até mesmo superar a produção do gigante Estados Unidos nesta próxima safra é grande.

O secretário de Assuntos Agrícolas do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), Eduardo Sampaio, representando a ministra Tereza Cristina, disse que os países orientais são os maiores importadores de produtos brasileiros, não só a soja. Ele deixou claro que o Governo Federal busca alternativas, aliadas à biotecnologia e tecnologia que proporcionem o aumento da produção do grão com qualidade.

No discurso, o governador Marcos Rocha agradeceu aos representantes do Ministério da Agricultura e Pecuária e da Aprosoja nacional por escolherem Vilhena, em Rondônia, para sediar a abertura do plantio de soja safra 2019-2020 no Brasil.

O chefe do Poder Executivo disse que a melhor maneira de ajudar os produtores para que produzam mais é não criar novos impostos. Isso fará com que os grandes fiquem maiores e os pequenos se tornem grandes, gerando o aumento da arrecadação estadual.

“A luta e o suor de nossos produtores tem feito Rondônia prosperar. A arrecadação pode ser trabalhada sem pressionar os produtores. Trabalhando em parceria e unidade vamos prosperar não só um estado, mas o Brasil”, ponderou o governador.

Na ocasião, o governador Marcos Rocha realizou a entrega de medalhas “Mérito Rural Rondon” aos empresários Valdir Masutti, presidente da Aprosoja Rondônia, Claides Lazaretti Masutti e para Aprosoja.

A medalha é considerada maior honraria prestada pelo Governo de Rondônia, através da Seagri, aos visionários e desbravadores do agronegócio no Estado.

Logo após a apresentação e entrega das medalhas, o governador e presidente da Aprosoja Rondônia fizeram a abertura oficial do plantio de soja na cabine da máquina semeadora, onde plantaram os primeiros de grãos.

Estiveram presentes na abertura nacional do plantio de soja, o secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Luiz Antonio Nabhan Garcia, os deputados federais, Jaqueline Cassol, representando o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, Lúcio Mosquini, os deputados estaduais, Luizinho Goebel,  Laerte Gomes, presidente da Assembleia Legislativa, o secretário da Casa Civil, Júnior Gonçalves e o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz.


Secom – Governo de Rondônia

Artigos relacionados

Sua opinião é muito relevante para nós do site Roagora

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: