Curiosidades

Se seu gato é estranho?, ele apenas está se inspirando em você

Muitas pessoas dizem que os gatos possuem personalidade forte e até os consideram, digamos, um pouco egoístas, por apenas seguirem as suas próprias vontades. Porém, hoje traremos uma informação muito interessante e que pode deixá-los boquiabertos, caros leitores.

E se lhe dissemos que o comportamento dos gatos é apenas um reflexo do comportamento de seus donos? Pois bem, segundo um estudo realizado pela Universidade Nottingham e pela Universidade de Lincoln, ambas na Inglaterra, e que foi publicado na revista cientifica PLOS One, é exatamente isso que acontece. Ou seja, caso você tenha alguma reclamação do seu felino favorito, é melhor observar melhor o seu próprio comportamento.

O comportamento dos felinos
De acordo com a publicação, isso acontece porque muitas pessoas acabam considerando seus pets como outros membros de sua família e acabam criando laços sociais de proximidade com eles.

“É muito possível que os animais de estimação possam ser afetados pela maneira como interagimos com eles e os tratamos, e que ambos os fatores sejam, por sua vez, influenciados por nossas diferenças de personalidade”, explicou Lauren Finka, uma das pesquisadoras envolvidas no estudo ao portal The Telegraph.

Mais de 3 mil tutores de gatos participaram da pesquisa realizada por Finka e sua equipe. Uma série de perguntas foram feitas a eles, seguindo um sistema que avalia características da personalidade dos humanos chamado Big Five Inventory (BFI).

Esse sistema busca compreender, por exemplo, a forma como nos abrimos para as experiencias, níveis de conscienciosidade, extroversão, neuroticismo e agradabilidade. Bem como questões ligadas à saúde. Assim, os pesquisadores conseguiram encontrar uma série de correlações muito interessantes sobre o comportamento e personalidade dos felinos com o comportamento de seus donos.

A influência dos humanos
Pelo o que observaram os pesquisadores, pessoas com maior nível de neuroticismo podiam ter gatos com “problemas comportamentais” como agressividade, ansiedade e medo, ou comportamentos que estejam relacionados ao estresse, além de sobrepeso.

Por outro lado, pessoas que são mais extrovertidas tendiam a ter animais que gostavam de serem livres na natureza e terem liberdade de poder se aventurar fora de casa, do mesmo modo, que pessoas que pareciam mais satisfeitas também estavam mais satisfeitas com o comportamento de seus bichinhos.

“A maioria dos donos quer oferecer o melhor tratamento aos seus gatos, e esses resultados destacam uma relação importante entre nossas personalidades e o bem-estar de nossos animais de estimação. Os gatos nem sempre acham que viver como animais de estimação é fácil, e é importante que estejamos cientes de como nosso comportamento pode causar impactos, tanto de maneira positiva quanto negativa”, afirmou Finka.

“Os gatos são nossos mini-eus. Eles são criaturas sencientes fortemente afetadas pelas pessoas ao seu redor. Eles estão intimamente ligados com seus donos e têm um efeito sobre o outro”, disse a pesquisadora de medicina felina, Danielle Gunn-Moore, da Universidade de Edimburgo, que não participou do estudo, à Times.

Mesmo com todas essas observações, os cienticistas frisaram que é importante ainda realizar mais estudos e pesquisas para compreendermos de fato como influenciamos a vida e o comportamento desses animais.

Fonte: Fatos Desconhecidos 

Artigos relacionados

Sua opinião é muito relevante para nós do site Roagora

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: